meistudies, 2o Congresso Internacional Media Ecology and Image Studies - O protagonismo da narrativa imagética

Tamanho da fonte: 
Desenvolvimento do Aplicativo Imersivo em Realidade Virtual e Vídeo 360° "Unifesp 25 Anos"
Leandro Key Higuchi Yanaze, Edna de Mello Silva

Última alteração: 2019-09-30

Resumo


É possível acompanhar o forte crescimento do mercado de dispositivos e aplicativos voltados para as narrativas imersivas nos últimos anos. Segundo o portal de dados estatísticos de mercado Statista, o mercado global de tecnologias de Realidade Aumentada (RA) e Realidade Virtual (RV) teve o faturamento de US$ 8,9 bilhões, com previsão de crescimento para US$ 16,8 bilhões em 2019 e para US$ 160 bilhões em 2023 (Liu, 2019). Assim, junto com este mercado que se consolida a cada novo dispositivo e aplicativo, as narrativas imersivas vão criando diversas linguagens e formas de interação. Neste cenário, é imprescindível que as ciências da comunicação, sobretudo os estudos sobre as novas mídias digitais estejam à frente não só da análise de produtos do mercado, mas também propondo e participando ativamente no processo de desenvolvimento, exploração e reflexão sobre tais narrativas imersivas que têm bases no tripé da comunicação, da tecnologia e do design. Para o desenvolvimento deste artigo foi aplicado o método de pesquisa científica Design Science Research (DSR). O DSR se caracteriza por ser "uma abordagem que legitima o desenvolvimento de artefatos como um meio para se produzir conhecimentos científicos do ponto de vista epistemológico e filosófico" (Pimentel, 2017). O DSR se configura como um método científico altamente aderente a projetos propositivos que se baseiam em processos de exploração e aprimoramento contínuos. Em continuidade ao trabalho investigativo "Narrativas Jornalísticas com Vídeos 360º: a Experiência do Espectador é a Mensagem?." (Silva & Yanaze, 2019) apresentado no 1º Congresso Iberoamericano sobre Ecologia dos Meios - Da Aldeia Global à Mobilidade - 2019, esta pesquisa apresenta o desenvolvimento do aplicativo "Unifesp 25 Anos" a partir de linguagens de vídeos 360º e interação em ambientes de Realidade Virtual. Aproveitando o ano comemorativo dos 25 anos da Unifesp o aplicativo foi desenvolvido com o objetivo comunicacional de reforçar os atributos institucionais da universidade propostos e construídos ao longo de sua história. Em termos de pesquisa no contexto do DSR, o aplicativo se constitui como um artefato de prova de conceito para construir instrumentos de pesquisa para mensurar o conforto de uso, a sensação de imersão e a assimilação da narrativa proposta. Desta forma, este artigo apresenta as principais etapas de construção do aplicativo em seus aspectos narrativos-comunicacionais, tecnológicos e de design além de apresentar a pesquisa aplicada com usuários que validam e mostram pontos importantes de observação sobre o desenvolvimento de produtos midiáticos imersivos. O artefato comunicacional desenvolvido neste trabalho serve de base para a elaboração e teste de um instrumento de pesquisa aplicada com o usuário sobre a sensação de imersão, que poderá ser adaptado para outras pesquisas sobre narrativas imersivas.

 


Palavras-chave


Narrativas Imersivas; Aplicativo Imersivo; Vídeo 360º; Realidade Virtual

Texto completo: PDF